Menu

ANDERSON DO SINGEPERON

Natural de Taguatinga (DF), filho de uma dona de casa paraibana e um padeiro piauiense, Anderson Pereira chegou ao estado de Rondônia aos 10 anos de idade, em 1989.

Antes de assumir o cargo de agente penitenciário em 2004, serviu como soldado na Força Aérea Brasileira (1998-2001) foi açougueiro no Supermercado Gonçalves em Porto Velho e atuou como agente administrativo efetivo na Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

Já no sistema prisional trabalhou como plantonista e diretor de Segurança de penitenciária em Vilhena (RO). Também cumpriu plantões em Porto Velho na Penitenciária de Segurança Média Edvan Mariano Rosendo (Urso Panda) e no Provisório Feminino. Exerceu ainda a função de chefe de Segurança na Penitenciária Ênio dos Santos Pinheiro e comandou a maior unidade prisional do estado, a Casa de Detenção Dr. José Mário Alves da Silva, conhecido como Urso Branco.

Sua trajetória no movimento sindical iniciou em 2011, quando foi alçado a presidente do Sindicato da categoria a pedido dos próprios colegas. Em 2014 foi reeleito em um pleito inédito com chapa única, coroado pelo trabalho desenvolvido de resgate da honra e imagem do agente penitenciário, socioeducador e as demais categorias pertencentes do quadro funcional da Secretaria de Estado de Justiça (Sejus).

À frente do Singeperon, lutou por condições dignas de salário, porte de arma, valorização salarial, cuja defasagem perdurava por mais de 15 anos, pagamento de adicionais básicos, políticas públicas prisionais, entre outros.

Anderson Pereira é casado há 11 anos com Cláudia Nascimento Pereira e juntos possuem uma filha de 10 anos.

Filiado ao Partido Verde (PV) e 1º suplente pela Coligação Rondônia no Rumo Certo, De Novo, Anderson assume a vaga deixada pela deputada estadual Lucia Tereza Rodrigues dos Santos, que faleceu aos 70 anos.