“Eu defendo Rondônia”

11/12/2015 In: EU CURTO RO

Imagem 2 Leonardo Santos Silva - ALE-RO - Eu curto ROAgora vamos conhecer a história do Leonardo Santos Silva, um sargento de 32 anos que não só curte como também defende
Rondônia. Leonardo é um cara guerreiro, valente como o povo rondoniense, mesmo não sendo daqui. Nascido em Juiz de Fora, em Minas Gerais, ele vive em Rondônia há pouco tempo, desde dezembro de 2013, quando veio com a esposa transferido do Rio de Janeiro.

De início, foi lotado em Guajará-Mirim e então designado para servir ao Pelotão de Fronteira do Forte Príncipe da Beira, em Costa
Marques. Lá, realiza o nobre trabalho de defender as fronteiras do Estado que o acolheu. “A minha função no Forte Príncipe é de Comandante do 1º Gruo de Combate e Sargento de Operações. A gente início o dia realizando treinamento físico-militar, depois cuidamos da parte administrativa, e durante a tarde preparamos a tropa que serve no Pelotão”.

Fazer a guarda da fronteira é um sentimento bom de poder contribuir, uma coisa muito boa trabalhar assim em contato com a natureza, trabalhar e operar nos rios da Amazônia e de Rondônia engrandecem muito a nossa bagagem profissional

A  biodiversidade e a floresta deixaram Leonardo ainda mais deslumbrado com Rondônia, pois em nenhuma das cidades onde havia morado teve tanto contato com a natureza. E esse contato faz com que Leonardo sinta-se revigorado e disposto para proteger Rondônia com tanto orgulho. “Fazer a guarda da fronteira é um sentimento bom de poder contribuir, uma coisa muito boa trabalhar assim em contato com a natureza, trabalhar e operar nos rios da Amazônia e de Rondônia engrandecem muito a nossa bagagem profissional”.

Imagem 1 Leonardo Santos Silva - ALE-RO - Eu curto ROO povo rondoniense, sempre receptivo e carismático, fez com que ele se sentisse bem recebido. “Rondônia é um estado muito acolhedor, a população é muito prestativa e eu e minha família estamos gostando muito de estar aqui”.

Mas o amor de Leonardo pelo Estado não acaba por aí. A história e os pontos turísticos de Rondônia deixaram o mineiro encantando com o lugar, que até então não conhecia. “Rondônia é uma estado que eu, particularmente, não conhecia, e aqui tem inúmeros recursos turísticos. Aqui mesmo, ao lado do nosso pelotão tem o Real Forte Príncipe da Beira, que é um patrimônio inestimável desde 1700”, conta.

A empolgação ao falar da sua vinda para Rondônia é difícil de disfarçar. Ao falar das qualidades da terra onde vive, Leonardo deixa claro que aceitou o Estado como lar e que se orgulha tanto das belezas e da cultura encontradas aqui. “Eu curto Rondônia pelos pontos turísticos, pelo contato com a natureza, esses rios maravilhosos que a gente tem aqui na região, a fauna, a flora… A foram de viver dos habitantes locais é diferente das que habitam o sul e o sudeste. É um pessoal mais receptivo”.

Leonardo se sente extremamente grato pelo aprendizado que tem sido morar em Rondônia. Aprendeu a ser um soldado na Amazônia, desenvolveu trabalhos com comunidades ribeirinhas e indígenas e garante que, mesmo se precisar sair do Estado, levará para sempre o que aprendeu por aqui.

Compartilhar
ALE RO - 2017 © Todos os direitos reservados aos rondonienses